56 anos, Golegã, PSP

“Não subestimes o Universo, nada acontece por acaso. Basta fé em ti e nos teus sonhos e tudo acontece.”

É natural de Lisboa, mas foi na Golegã que encontrou a paz da vida campestre e uma casa de bonecas à sua medida. Adora a tranquilidade do campo, mas é uma mulher audaz: nunca dantes uma mulher tinha conquistado o seu cargo na área da Ordem Pública da PSP. Adora a sua farda, mas é muito feminina e não dispensa os seus vestidos estilos pin up. É também consultora de beleza e uma avó babada que procura no Cosido à Mão a oportunidade de voltar a ser criativa na costura.