27 anos, Vila Verde, Engenheira Civil

“Nunca imaginei cruzar-me com o mundo da costura, uma vez que sempre estudei e trabalhei com engenharia. O meu maior sonho é encontrar um emprego no mundo da costura. A minha maior motivação foi descobrir até onde conseguia ir.”

É de Vila Verde, vive no Porto, mas foi no Brasil que descobriu o sentido para a sua vida. Formou-se em Engenharia Civil, mas sentia-se incompleta e decidiu viajar em busca de respostas. Chegou ao Brasil e viu na sua senhoria Elinore a resposta às suas perguntas: foi com ela que aprendeu a costurar. Ainda está a dar os primeiros passos mas tem a certeza que aprende rápido e que chegará longe na área da costura.