A décima semana de competição trouxe dois desafios completamente diferentes. No molde, os costureiros aventuraram-se na roupa de bebé, mas com uma particularidade: trabalharam a pares. Como Jana tinha de gozar uma vantagem, visto que costurou a peça da semana no último programa, foi ela quem escolheu os pares. Nem todos ficam felizes com as escolhas de Jana. Esta escolheu ficar com Rita, para aliar a sua técnica à criatividade da concorrente de Lisboa. Juntou Joana e Carla e deixou os homens do atelier formarem o terceiro par.

Zé Luís e Raúl não formaram um par muito cooperativo: quase não houve comunicação. Mas, para adoçar a prova, na última meia hora, cada par recebeu um bebé para vestir o que tinham criado.

Os jurados ficam insatisfeitos com os resultados finais: Jana e Rita e Raúl e Zé Luís não chegaram a terminar a peça.

Carla e Joana completaram o desafio, mas Susana e Paulo consideraram que não houve trabalho de equipa verdadeiramente, uma vez que Joana contribuiu menos para a peça. De qualquer forma, acabaram por vencer a prova e ganharam minutos extra na confeção da peça que se seguiu!

No desafio de feita a medida, houve outra estreia: licras! Os costureiros tiveram de fazer fatos de banho. A convidada Sofia, especialista em costura de fatos de banho, deu dicas úteis aos costureiros, que tiveram de vestir as manequins com um fato de banho original.

Sónia Araújo e Sofia

O desafio revelou-se um inferno, uma vez que a aplicação de elásticos na peça ofereceu muitos problemas.

Joana fez a sua pior prova na competição e deixou o atelier. A semana não correu de feição a ninguém e, por isso, os jurados não elegeram nenhuma peça da semana.