Ingredientes
1 perdiz tenra
Pimenta preta em grão
1 colher de sobremesa
Louro
1 copo de vinho branco
2 copos de vinagre branco
2 ou 3 cebolas
4 ou 5 dentes de alho
1 copo de azeite
Sal a gosto
Pimentos morrones fechados tipo saco em lata
Massa filo e palitos
Manteiga

Preparação:
Põe-se a  cozer a perdiz partida em 4 partes, com a cebola, o alho, o louro, a pimenta, o vinho, o vinagre, o azeite e o sal. Se for necessário acrescentar um pouco de água.
Quando estiver bem cozida, desfiar toda a carne e reservar. Triturar o molho e juntar a carne previamente desfiada. Envolver bem em lume muito brando.

De seguida, estender a massa filo, dobrar a folha na horizontal e pincelar a mesma até ao meio com manteiga. Voltar a dobrar mas agora na vertical voltando a pincelar, mas, desta vez, na totalidade.

Pôr o recheio – que deve estar frio e homogéneo. Colocar uma colherada desse recheio – mais ou menos 5 cm da base do retângulo da massa – e dobrar para fazer um rolo. Fazer o mesmo com as laterais; estas pincelam-se com manteiga para aderirem e enrolam-se, com cuidado, e vão ao forno para alourar.

Versão fria
Usa-se o mesmo recheio. Enche-se o pimento e fecha-se com um palito. O prato é apresentado em cama de um salteado de cogumelos guarnecido com espargos cozidos em água e sal.