Vinhais, vila portuguesa do Distrito de Bragança, conhecida pelo seu fumeiro, é uma terra de extremos. Segundo o ditado do povo “aqui são nove meses de inverno e três de inferno”. Habituados a enfrentar adversidades, propõem-se a dar o tudo por tudo e, levar o nome de Vinhais o mais longe possível, neste “Duelo de Sabores”.

António Lousada, também conhecido por Tótó, é carpinteiro de profissão e motard nos tempos livres. Fundou, há cerca de 6 anos, o moto-clube, “Javalis do Asfalto”, onde é considerado um dos cozinheiros oficiais. Nascido e criado em Vinhais, a cozinha apareceu na sua vida muito cedo – “em catraio tinha que me desenrascar”. Considera-se “expert” em fumeiro, e quer mostrar o que de melhor se faz na sua terra natal.

Maria de Lurdes Diegues viveu toda a sua vida dedicada à agricultura. Tem pena de nunca ter estudado, mas diz que nunca lhe faltou nada. Aprendeu com a sua a mãe as tradições locais e com isto fez a sua fonte de rendimento – ganha a vida como produtora de cuscos e fumeiro, os ex-libris de Vinhais.

Elsa Santos atualmente trabalha no Parque Biológico de Vinhais, onde faz um bocadinho de tudo. Passou a sua adolescência emigrada na Suíça, para onde rumou sozinha, com 12 anos de idade. Foi nesta altura que a cozinha entrou na sua vida e se tornou uma paixão. Habituada a enfrentar desafios, e talvez por influência do marido – Adjunto de Comando dos Bombeiros de Vinhais – decidiu, há cerca de 5 anos, juntar-se ao corpo de bombeiros voluntários de Vinhais.

Decidiu participar neste desafio porque quer representar a sua terra. Maria do Carmo, natural de Santa Comba Dão, vive em Vinhais há 15 anos, para onde se mudou por amor. Mestre em Educação Social, atualmente trabalha na Câmara Municipal, mas é no Vinhais Hotel, um edifício reabilitado pelo sogro, que pode pôr em prática os seus conhecimentos e paixão pela culinária – prepara, diariamente, a ementa dos pequenos-almoços. Especialista em doçaria tem apetência para a modernização das receitas tradicionais e, até já ganhou o primeiro prémio na Feira da castanha, com um doce a que chamou crocante de castanha. Está neste desafio para ganhar.