Skip to content →

Regulamento

A RTP vai proceder a uma Consulta de Conteúdos Audiovisuais aos produtores independentes de audiovisual.

Esta Consulta tem dois objetivos fundamentais:

  1. Selecionar projetos a financiar diretamente em função das necessidades de programação dos canais da RTP.
  2. Selecionar os projetos com os quais estabelecerá, em moldes a firmar em contrato, um compromisso financeiro no âmbito do Subprograma de Apoio à Produção Audiovisual e Multimédia do Instituto para o Cinema e o Audiovisual (ICA).

OBJETO DA CONSULTA

Na Consulta de Conteúdos Audiovisuais 2017 a RTP procura propostas criativas e/ou originais, para as seguintes áreas específicas:

  1. Séries de ficção com a duração de 30’ ou 45’:
    1. Drama ou comédia.
    2. Histórica ou contemporânea.
    3. Infanto-juvenis.
  2. Formatos criativos de programas de entretenimento com duração entre 30’ e 75’.
  3. Documentários televisivos de 50’, séries documentais de 30’ e docudramas até 75’:
    1. De artes & letras.
    2. De história & ciência.
    3. De caráter social / “current affairs”, sobre a realidade portuguesa contemporânea.
  4. Séries de animação até 30’ infantis e/ou para todas as faixas etárias e média-metragens ou especiais de animação para todas as faixas etárias.

Requisitos obrigatórios:

  1. As propostas para séries de ficção deverão incluir:
    1. O guião de pelo menos um episódio-piloto.
    2. Sinopse geral da série e de cada episódio.
    3. Descrição de personagens.
    4. Designação do autor do argumento e do realizador do projeto.
    5. Estratégia de produção e distribuição.
  2. As propostas para formatos criativos deverão apresentar uma “bíblia de produção”.
  3. As propostas para documentários televisivos deverão ser compostas por:
    1. Sinopse.
    2. Nota de intenções.
    3. Estrutura do projeto/ Tratamento.
    4. Currículos do realizador e do produtor independente.
    5. Estratégia de produção e distribuição.
  4. As propostas para séries de animação deverão incluir:
    1. Sinopse.
    2. Guião de um episódio.
    3. ”Bíblia de produção” do projeto.
    4. Estratégia de produção e distribuição.

Todas as propostas deverão também conter previsão de orçamento e montagem financeira.

QUEM PODE APRESENTAR PROJETOS

Produtores independentes.

PRAZO

Os interessados poderão apresentar os seus projetos desde o dia 30 de janeiro até às 24h do dia 28 de abril de 2017.

COMO SUBMETER UM PROJETO

Os interessados deverão apresentar as propostas através do link: rtp.pt/consultadeconteudos  disponível no site da RTP nos prazos acima mencionados.

O referido link dará acesso ao regulamento e a uma página de formulário na qual os participantes deverão selecionar a área temática a que concorrem e preencher os campos obrigatórios. 

PROCEDIMENTOS A SEGUIR

  1. Após a análise dos projetos recebidos, a RTP poderá convocar os proponentes cuja proposta foi pré-selecionada, para uma sessão de apresentação presencial/pitching, tendo em vista a escolha final dos projetos que se enquadrem nos parâmetros atuais de produção e programação da RTP.
  1. Sessão de apresentação presencial / Pitching:
    1. A apresentação durará tendencialmente 30 minutos por empresa proponente, independentemente do número de projetos a apresentar. Poderá haver um período adicional de perguntas e respostas.
    2. Além do produtor responsável, aos proponentes poderão trazer à sessão de pitching os autores dos projetos, bem como outros colaboradores diretamente envolvidos.
    3. Será admitido o recurso a qualquer modalidade ou plataforma audiovisual na apresentação do projeto, o que permitirá, também, avaliar o estado de desenvolvimento dos projetos apresentados.
  1. A primeira fase de análise – pré-seleção – termina no dia 30 de junho de 2017. As sessões de apresentação presencial/pitching decorrerão entre Julho e Setembro de 2017.

TERMOS SUBSEQUENTES

  1. Após conclusão das apresentações presenciais, a RTP procederá à escolha, de acordo com os seus exclusivos critérios editoriais, dos projetos que se enquadrem nos objetivos da consulta, iniciando-se procedimentos negociais com os proponentes nomeadamente no que respeita a contrapartidas financeiras e à distribuição dos direitos de propriedade intelectual inerentes ao projeto.
  2. Os projetos a submeter ao Subprograma de Apoio à Produção Audiovisual e Multimédia do ICA de 2017 ficarão condicionados à aprovação final neste concurso.

A presente consulta, incluindo todos os atos subsequentes não constituem qualquer promessa, compromisso, dever ou obrigação de contratação por parte da RTP, nem configura qualquer modalidade de procedimento pré contratual.

Lisboa, 30 de Janeiro de 2017
Direção de Desenvolvimento de Conteúdos