Sinopses

Próximos episódios

Episódio 10

  • A emitir em 2018-11-14
  • na RTP1
Miguel e Lídia recebem em casa um casal de amigos que perdeu os filhos, há dez anos. Depois de terminar o espetáculo, Jasmim e Carlos saem da tenda, ouvem o barulho de Marta e Emílio dentro do camião e libertam-nos. Emílio vai chamar a polícia e Marta vai à tenda do espetáculo confrontar Telmo. Entre tanta gritaria, Jonas vem para defender Marta e Telmo bate-lhe. Gera-se uma grande discussão e os Garibaldi são expulsos.
Cerca da vila, enquanto Lurdes e Martinho namoriscam dentro do carro, alguém atira com uma tocha de fogo para a janela. Quando o taxista sai para ver o que se passa, encontra pessoas mascaradas de palhaços a brincar com fogo e fogem assustados. Essas pessoas começam a correr atrás das pessoas na vila e a afugenta-las.
Jasmim e Marta abrigam Regina e Jonas na sua casa, com o consentimento dos pais. Emílio, por sua vez, vai visitar Domingos, apresenta-se como "João" e diz ser o filho de António Damião. Domingos abraça Emílio, fingindo não saber já quem ele era. Domingos abriga-o e Luís fica muito espantado. Domingos instiga os habitantes da vila, que protestam pelo que se passou na noite anterior, a atacar o Circo.
Marta vai ter com Jonas, que está na mata, para se reconciliarem. Enquanto isso, os habitantes da vila invadem o Circo e começam a destruir tudo e a agredir os artistas. Domingos e Luís observam de longe.
Ao sair de casa, Manuela é interpelada por Domingos que a acusa de estar a favor do Circo e contra a aldeia. Enervada com as chantagens, Manuela confessa ter sido ela a matar o gado de Domingos.
Marta conta à Polícia saber quem é o culpado de tudo, dado ter descoberto que Luís usa umas botas com uma estrela igual à que encontraram na mata.
Ler mais >

Episódio 11

  • A emitir em 2018-11-21
  • na RTP1
Emílio conta a Domingos que foi nas suas terras que encontrou ouro e pede-lhe material de garimpo para o ajudar a encontrar mais. Domingos faz uma parceria com Emílio, mas depois pede a Luís para o matar, assim que ele encontre o ouro.
Luís conta a alguém ao telefone que Domingos matou o pai de Emílio, nisso Dionísio e Joel já se encontram na estrada para o deter. Luís quase que os atropela e foge para a mata.
Manuela conversa com Lídia sobre o estado de melhoria de Daniel desde que lhe arranjou um cão. Enquanto Daniel passeia na rua com Trovão, Domingos atropela o cão.
Dionísio e Joel vão procurar Luís à casa de Domingos, que diz não saber onde ele está. Domingos encontra-o na mata. Regina conta a Emílio que teve uma visão com a gruta e que tem mesmo ouro, enquanto isso, Luís ouve a conversa.
Lídia pede ao marido que não se meta na busca do ouro, mesmo que seja para ajudar Emílio, pois sabe que Domingos matou António Damião por causa disso. Na altura, Lídia viu António a morrer e Emílio a fugir. Domingos ameaçou-a que matava os seus pais, se ela contasse a alguém.
Emílio vai com Renato a casa de Domingos, à procura dele e do material, mas não o encontra. Emílio não sabe que Domingos tem o mapa roubado da sua rulote.
Miguel entra na esquadra, para levar as chaves da arrecadação da polícia, onde está confiscado o material de garimpo. Este encontra Dionísio completamente alcoolizado e consegue levar as chaves sem que ele o saiba. Jonas ajuda o pai a trazer todo o material à mata e Emílio pede-lhe para ele voltar para o Circo, para tomar conta de tudo enquanto ele não está.
Antes disso, Luís entra na rulote de Regina e aponta-lhe uma arma. Luís leva-a à mata, onde está Domingos à espera, para que ela diga onde é a gruta do ouro. Regina insinua que Domingos não é o seu único patrão. Enquanto Regina os conduz pela mata, o Vulto observa-os de longe.
Ler mais >

Episódios anteriores

Episódio 9

  • Emitido em 2018-11-07
  • na RTP1
Jonas encontra o pai, sozinho, no meio do campo, pensativo e preocupado. Emílio recorda-se do seu passado ali, com o seu pai. Pela primeira vez, Emílio pede desculpa a Jonas e conta-lhe que nasceu ali. Depois de conversarem, abraçam-se.
Telmo vai à vila, vê Marta à porta do supermercado e ofende-a, falando sobre a sua relação com Jonas.
Dionísio está no gabinete de Manuela, para uma consulta, e é repreendido pelos resultados nas análises ao sangue, que provam que voltou a beber. A médica diz que ele está a passar por uma recaída. Na esquadra, Dionísio procura registos de motas, para tentar descobrir a quem pertence a mota sem matrícula, mas sem sucesso. Mais tarde, encontra Miguel no café e, subtilmente, indica que Álvaro Garcia está morto.
Jasmim vai passear com Daniel à beira-rio e convida-o para tomar banho. Ele recusa, mas enquanto corre atrás de Trovão, Jasmim finge que se afoga para Daniel entrar na água.
Marta vai ao café e ao apanhar algo do chão, repara que as botas de Luís têm uma estrela igual à que Jasmim lhe deu, encontrada no chão da mata.
Jasmim, Marta e Carlos vão ao Circo, ver o espetáculo, mas Marta fica para trás, a falar com Jonas. Quando volta para procurar Jasmim, Telmo atira-a para dentro de uma carruagem de um camião e tranca-a. Emílio que vagueia pelo acampamento, enquanto se dá o espetáculo, encontra-a, mas quando estão para sair o Vulto tranca-lhes a porta novamente.
Ler mais >

Episódio 8

  • Emitido em 2018-10-31
  • na RTP1
Na casa de Domingos, Luís entra e dá-lhe com um taco. Com Domingos inconsciente, Luís tenta abrir o seu cofre, onde estão os mapas roubados a Emílio, mas não consegue. Quando acorda, Domingos pensa que foi Emílio que tentou entrar em sua casa.
Emílio é levado para a esquadra com o material encontrado e conta a Dionísio que serve para encontrar ouro. Ao chegar ao acampamento, Jonas pergunta-lhe porque é que escondeu o que andava a fazer e como o Circo estava a passar por dificuldades. Regina repreende Jonas, uma vez que ele nunca esteve interessado em ajudar o pai.
Miguel continua a perseguir o raptor de Jasmim. Envolvem-se num confronto e Miguel mata-o.
Regina volta a apanhar a cooperativa a conspirar contra Emílio. Telmo e Teresa reúnem todos os artistas para os colocarem contra Emílio e tomarem a liderança. Jonas vem para o defender.
Um sonho de Domingos revela que foi ele que matou o pai de Emílio e como encontrou ouro nos seus bolsos.
Dionísio e Joel encontram Jasmim a andar sozinha na estrada e dão-lhe boleia. Dionísio
pergunta-lhe se ela caiu mesmo de uma ravina, como disse, quando se perdeu. Ela conta-lhe a verdade. Depois de ver um homem estranho na vila, Jasmim liga a Dionísio. Dionísio e Joel conseguem segui-lo na estrada, mas deixam-no escapar.
Ler mais >

Episódio 7

  • Emitido em 2018-10-24
  • na RTP1
Filipe procura a gruta com Emílio e Renato, mas não a encontra.
No Circo, toda a cooperativa está a almoçar, quando é atacada por um enxame de abelhas. Telmo denuncia o ataque de abelhas à polícia, dizendo que os culpados são os habitantes da aldeia.
Marta e Jasmim encontram Lídia dentro do poço e Jasmim corre até ao acampamento do Circo para pedir ajuda a Emílio. Enquanto isso, Miguel continua a vigiar o raptor de Jasmim, sem saber o que se passa na vila.
À noite, Lídia já está em casa, a salvo, e Jasmim conta a Marta que tirou uma foto do Vulto e que tem vindo a receber chamadas de números anónimos.
Dionísio e Joel visitam o apicultor mais próximo da Vila das Flores e este conta-lhe que foi roubado. Na mata, Dionísio encontra o carro que atropelou Jonas e, no chão um papel com um número de telefone. Ao ligar para o número, descobre que é de Jasmim. Juntos na esquadra, Lídia aproveita para dizer que foi empurrada para o poço. Dionísio volta à casa do apicultor e pede filmagens da câmara de segurança. Nas gravações o Vulto aparece. O apicultor confessa que este lhes pagou para levar as abelhas.
No Circo, Daniel diverte-se com Carlos e Filipe, mas um acidente com um martelo revela que Daniel perdeu parte da perna no acidente.
Luís depara-se com outro animal morto e Domingos manda chamar a polícia, dizendo que já se queixou ao superior de Dionísio. Domingos mostra uma fotografia de Emílio na sua propriedade, para o incriminar.
Domingos vai ter com Manuela para a chantagear novamente, de forma a que ela diga à polícia que viu Emílio envenenar o gado. Domingos recorda-a do dia do acidente, que teve com o filho, e como tudo aconteceu por culpa dela.
Dionísio investiga o Circo e Regina tem uma visão com o Vulto, quando Joel passa por si. A polícia descobre o material de garimpo.
Ler mais >

Episódio 6

  • Emitido em 2018-10-17
  • na RTP1
No segundo dia do espetáculo do Circo as bancadas estão vazias, gerando conversa desanimada entre os artistas.
Miguel questiona Dionísio sobre a morada do raptor de Jasmim, de há um ano atrás, e segue à sua procura.
No Circo, Teresa tenta reconfortar Jonas, mas este termina tudo com ela.
Conhecemos Daniel, filho de Manuela, que está em casa há meses a fio, devido a um acidente de carro. Este sai a passear na mata com Trovão, o seu cão, e encontra o grupo de Jasmim à beira-rio.
Emílio conversa com Jonas, na esperança de o reconfortar depois do acidente, mas Jonas ainda se sente muito ressentido. Marta encontra-se com Jonas na mata, mas depois de falarem, ela deixa-o. Ao caminhar para casa, vê o Vulto e começa a correr. Jasmim sente que se passa alguma coisa, pede ao taxista da vila, Martinho, para a levar e vai procurar Marta. Elas as duas veem o Vulto e ligam a Lídia, que sai assustada para as ir buscar. Sozinha, é atirada para um poço de água, pelo Vulto.
Ler mais >

Episódio 5

  • Emitido em 2018-10-10
  • na RTP1
Emílio vai ter com Jonas à esquadra, que foi detido, mas Renato chama-o para verificar a situação do ouro. Dionísio conta a Jonas que Emílio se foi embora e Jonas, sem perceber, fica enfurecido.
Domingos queixa-se à polícia que o Circo é que anda a envenenar o seu gado, mas vemos a Manuela suspeitosamente a entrar na sua quinta.
Jasmim recebe uma chamada, que pensa ser de Carlos, com os seus gritos, no dia do seu desaparecimento. Assustada, vai ter com ele.
Emílio mostra a pepita a Regina, mas Regina repreende-o por se interessar mais pelo ouro que por Jonas, que está em tribunal. Teresa entra na rulote de Emílio e rouba a pepita.
Jasmim vai ter com Filipe e Carlos. Ao voltar para o Circo, Filipe vê o Vulto na mata e esconde-se numa gruta. Quando regressa ao acampamento, conta a Renato que encontrou uma gruta cheia de ouro. Emílio pede-lhe para que não conte a ninguém.
Teresa discute com Regina sobre o destino do Circo e como Jonas vai desaparecer dali assim que tiver oportunidade.
Emílio chega à aldeia para ir buscar Jonas e vê-o ser atropelado. Emílio recorda-se como em novo assistiu ao atropelamento do próprio pai e como ele morreu. É nessa altura, em pequeno, que é acolhido por Regina. No consultório, Dionísio chega para falar com Jonas e Emílio e indica que a viatura que o atropelou não tinha matrícula.
Ao chegar ao acampamento, Emílio percebe que a pepita desapareceu. Já na mata, vemos o Vulto a sair do carro que atropelou Jonas, com uma medalha nas botas igual à que Jasmim encontrou na mata e ofereceu a Marta.
Ler mais >