Trapezista e Atirador de Facas. Filho de Emílio e Iara Garibaldi.

Muito bonito, inteligente, sedutor, simpático e brincalhão. Com 21 anos, viveu toda a sua vida no circo, a vida itinerante fez dele um saltimbanco no amor. Em cada paragem que o circo faz nas aldeias por onde passa, faz uma conquista nova. Faz promessas às raparigas que sabe que não vai cumprir. Cultiva essas relações durante algum tempo através de cartas, emails e redes sociais, depois despacha-as pois já está perdido de amor por uma rapariga nova.

Todas as pessoas do circo estão habituadas a vê-lo sempre rodeado de raparigas, chegam a fazer apostas de quem é a próxima vítima. Aparentemente é egoísta e presunçoso nas relações mas no fundo é um romântico. Acredita mesmo na paixão que sente por cada rapariga mas não tem culpa que elas sejam passageiras. Adora a avó Regina, tem-lhe verdadeira admiração e respeito. Por outro lado, tem uma péssima relação com o pai, a quem culpa pela morte da mãe. Acredita que foi a vida no circo que fez com que a mãe se descuidasse da saúde e, por conseguinte, o pai não proporcionou os cuidados necessários para salvá-la. O seu sonho é ser piloto de aviões, pensa em deixar o circo todos os dias porque não é mesmo aquilo que quer fazer da vida. Quando chega à aldeia de Flores aproxima-se de imediato de Marta e todos acham que é apenas mais uma. O próprio também acha.

Mas Marta toca-o de forma diferente e ele acaba por se apaixonar perdidamente por ela.