Temas

Meryl Streep arrasa Trump (sem sequer o mencionar) nos Globos de Ouro 2017

A atriz falou de uma performance que lhe partiu o coração este ano: “Desrespeito convida ao desrespeito. Violência incita à violência”

Meryl Streep subiu ao palco da 74.ª cerimónia dos Globos de Ouros para fazer mais do que aceitar o prémio carreira. A atriz teceu duras críticas a Donald Trump sem sequer mencionar o seu nome e perante uma plateia em profundo silêncio.

No início do discurso fez questão de apontar as variadas origens e nacionalidades de tantos dos atores presentes, sublinhando que se os mandassem todos embora dos EUA que não haveria mais nada para ver a não ser futebol e artes marciais.

“Houve muitas performances poderosas que me cortaram a respiração. Mas houve uma performance este ano que me impressionou. Não por ter sido boa – não teve nada de bom – mas porque foi efetiva e fez o seu trabalho. Fez o seu público rir e mostrar os dentes. Foi esse momento, quando a pessoa que pediu para se sentar no lugar mais respeitado do nosso país, imitou um jornalista com deficiência – alguém que ele superava em poder, privilégio e capacidade – esse momento partiu-me o coração. Continuo sem conseguir tirar aquilo da cabeça porque não foi um filme. Foi a vida real.”

Todos os que assistiram mantiveram-se em silêncio, mas claramente atentos ao que Meryl Streep dizia, suspensos nas suas palavras.

“Este instinto para humilhar quando é moldado por alguém que está numa plataforma pública, por alguém poderoso, consegue infiltrar-se na vida de toda a gente. Desrespeito convida ao desrespeito. Violência incita à violência”

Vê o discurso completo aqui:

No final, Meryl não quis deixar de citar a sua amiga Princess Leia:

“Take your broken heart and make it into art.”

Buzz do momento