Temas

Testemunhas de Jeová garantem às crianças que os gays não vão para o paraíso

“Jeová quer que vivamos para sempre no Paraíso. Mas para isso temos de seguir as suas normas.”


Um vídeo publicado no Youtube pelas testemunhas de Jeová do Peru está a gerar algum desconforto. A animação de pouco mais de 2 minutos mostra uma criança que questiona a mãe sobre a família de duas mães, casadas, que uma colega desenhou na escola.

TJ

“A Clara tem duas mães e contou-me que estão casadas. O meu professor disse-nos que o que importa é que os casais sejam felizes”, diz a menina. A mãe, por sua vez, responde-lhe que Jeová quer que sejamos felizes e que sabe como fazê-lo: “Por isso é que o matrimónio é entre homem e mulher”.

Através de algumas metáforas, a mãe acaba por dizer à filha que os homossexuais estão a fazer algo proibido e que, assim, não subirão ao paraíso.

TJ2

“- O que acontecia se uma pessoa quisesse levar para um avião algo proibido?
– Não a deixavam entrar.
– Exato. Jeová faz o mesmo. Ele quer que sejamos seus amigos e que vivamos para sempre no Paraíso. Mas para isso temos de seguir as suas normas.”

No final da conversa, a menina diz à mãe que quer que toda a gente vá para o paraíso e que irá falar com a colega de escola para lhe contar sobre os animais e a ressurreição. A mãe adiciona ainda: “Jeová também quer que vamos todos para o paraíso. E sabes que mais? As pessoas podem mudar”.

Existe já uma petição online contra o vídeo em questão e contra a campanha que “atenta contra as famílias homossexuais e propicia os abusos contra os filhos de pais homossexuais”.

Buzz do momento