Destaques

Cinema: Beuys

Beuys estreia-se nas salas de cinema portuguesas no dia 8 de fevereiro, com o apoio da Antena 3.

Na semana de estreia do documentário Beuys, a Mariana Oliveira passou pelo atelier do artista plástico José de Guimarães para uma conversa sobre essa que foi uma das mentes mais singulares da arte do século XX.

 

Beuys, realizado por Andres Veiel, é um retrato íntimo do artista pioneiro Joseph Beuys. Selecionado para competição na 67.ª edição do Festival de Berlim e integrante da seleção oficial do Doclisboa’17, o documentário faz uso de imagens de arquivo inéditas para mapear um estudo pessoal e social do homem de chapéu e olhos azul-cinza que vivia o conceito de arte como uma interpretação reacionária. “Cada homem é um artista”, proclamava. A arte abria as portas ao pensamento e, nele, ao estímulo humano de libertação. Agora, trinta anos após a sua morte, tendo em conta a visão à frente do seu tempo que o colocou num contexto de debates sociais atualmente relevantes, Beuys é um arte-documentário que projeta uma narrativa apenas através de imagens de arquivo e nela procura a abertura à possibilidade do mundo “do homem” antes “do artista”, para assim conseguir apresentar o ser humano, a sua arte e a vulnerabilidade com a qual faz a ligação entre os dois.

“Apenas a arte é capaz de desmantelar os efeitos repressivos de um sistema social senil.” — Joseph Beuys