• Melhores do Ano 2019

    Álbuns Internacionais

    30

    Beirut

    Gallipoli

    O quinto álbum dos Beirut de Zach Condon, tem tudo o que sempre gostámos na banda, com doses reforçadas de orgão Farfisa.

    A faixa título inspira-se numa filarmónica que viram tocar na cidade italiana com o mesmo nome.

  • Melhores do Ano 2019

    Álbuns Internacionais

    29

    Jordan Rakei

    Origin

    Entre os modelos do passado e a construção do futuro, Jordan Rakei, explora soul, jazz, funk, hip hop e derivados.

  • Melhores do Ano 2019

    Álbuns Internacionais

    28

    Bon Iver

    i,i

    Bon Iver rodeia-se de convidados como James Blake, Moses Sumney e os irmãos Aaron e Bryce Dessner, dos National, para dar forma à sua visão muito particular da folk.

  • Melhores do Ano 2019

    Álbuns Internacionais

    27

    Chemical Brothers

    No Geography

    A dupla, Tom Rowlands e Ed Simons num regresso às origens no som dos anos 90.

    “Eve of Destruction” tem voz da norueguesa Aurora e foi criado à volta de um som criado num Buchla, um sintetizador analógico.

  • Melhores do Ano 2019

    Álbuns Internacionais

    26

    Solange

    When I Get Home

    A irmã de Beyoncé confirma-se como uma das personalidades mais desafiantes do R&B alternativo.

    Com ela estão produtores como Panda Bear ou Pharrel Williams.

  • Melhores do Ano 2019

    Álbuns Internacionais

    25

    Kim Gordon

    No Home Record

    Depois de 40 anos com os Sonic Youth, Kim Gordon estreia-se com um disco que recorre às referências habituais, mas avança por territórios novos e improváveis.

  • Melhores do Ano 2019

    Álbuns Internacionais

    24

    The Black Keys

    Let’s Rock

    O título não engana: o último dos Black Keys é um disco de rock, sem desvios.

    Uma prova de vitalidade da dupla Dan Auerbach e Patrick Carney.

  • Melhores do Ano 2019

    Álbuns Internacionais

    23

    Mark Ronson

    Late Night Feelings

    Mark Ronson a refinar os dotes de produtor e a assinar canções com mulheres tão diferentes como Miley Cyrus, Lykke Li, Alicia Keys, Camila Cabello, ou até Angel Olsen.

  • Melhores do Ano 2019

    Álbuns Internacionais

    22

    Toro Y Moi

    Outer Peace

    Chaz Bundick aposta na pista de dança sem perder sentido pop nem vínculo indie.

    Outer Peace é o sexto álbum de Toro Y Moi, e está cheio de canções contagiantes.

  • Melhores do Ano 2019

    Álbuns Internacionais

    21

    Tyler, The Creator

    Igor

    Um disco que estica as fronteiras do hip hop, com convidados notáveis como Kanye West, Pharrell Williams ou Santigold.

  • Melhores do Ano 2019

    Álbuns Internacionais

    20

    Gang Starr

    One Of The Best Yet

    DJ Premier assume a solo o projecto Gang Starr, depois da morte de Guru, num disco que procura manter vivo o espírito original.

  • Melhores do Ano 2019

    Álbuns Internacionais

    19

    Sampa The Great

    The Return

    Nasceu na Zâmbia, vive na Austrália e mistura hip hop, jazz e soul com ritmos de África.

    Álbum de estreia que coloca Sampa The Great entre as revelações do ano.

  • Melhores do Ano 2019

    Álbuns Internacionais

    18

    Sharon Van Etten

    Remind Me Tomorrow

    Depois de uma pausa de 5 anos nos discos, Sharon Van Etten reinventa-se com toques de electrónica e auto confiança ampliada.

  • Melhores do Ano 2019

    Álbuns Internacionais

    17

    Lana Del Rey

    Norman Fucking Rockwell

    Elizabeth Grant à procura do Sonho Americano num disco que confirma o seu talento como escritora de canções.

  • Melhores do Ano 2019

    Álbuns Internacionais

    16

    Bruce Springsteen

    Western Stars

    Décimo nono disco de um dos grandes mitos do rock americano.

    Western Stars é cinemático e teve direito a documentário realizado por Springsteen.

  • Melhores do Ano 2019

    Álbuns Internacionais

    15

    Big Thief

    U.F.O.F

    Em 2019, o grupo de Brooklyn editou dois álbuns, U.F.O.F. foi o primeiro e o nosso preferido.

    Um disco de charme subtil, entre a folk plácida e o indie rock.

  • Melhores do Ano 2019

    Álbuns Internacionais

    14

    Brittany Howard

    Jaime

    Primeiro álbum a solo da voz dos Alabama Shakes. Tem as referências clássicas que lhe conhecemos mas com novas explorações.

  • Melhores do Ano 2019

    Álbuns Internacionais

    13

    James Blake

    Assume Form

    Ao quarto álbum, o músico inglês encontra a luz após a depressão, com ajuda de colaboradores como Andre 3000, Rosalia ou Travis Scott.

  • Melhores do Ano 2019

    Álbuns Internacionais

    12

    Black Pumas

    Black Pumas

    Álbum de estreia da dupla de Austin Adrian Quesada e Eric Burton. Presta reverência a formas clássicas de soul, funk e r’n’b.

  • Melhores do Ano 2019

    Álbuns Internacionais

    11

    Angel Olsen

    All Mirrors

    Angel Olsen continua a surpreender, nas palavras e na forma como as canta, mas também na música, agora mais orquestral e mutante.

  • Melhores do Ano 2019

    Álbuns Internacionais

    10

    Little Simz

    Grey Area

    Little Simz soa a novo, mas há algum tempo que esta MC londrina se faz notar.

    Hip hop emancipado com influências de jazz e soul, e colaborações de Little Dragon ou Michael Kiwanuka.

  • Melhores do Ano 2019

    Álbuns Internacionais

    09

    O Terno

    <Atrás/Além>

    Quarto álbum do trio paulista Tim Bernardes, Biel Basile e Guilherme d’Almeida.

    Um disco feito de canções de dúvida e melancolia millennial em formato pop delicado.

  • Melhores do Ano 2019

    Álbuns Internacionais

    08

    Lizzo

    Cuz I Love You

    Terceiro álbum da cantora, rapper e flautista de Detroit, cheio de mensagens de confiança e auto-afirmação, em formato pop.

    Colaborações de Gucci Mane e Missy Elliott.

  • Melhores do Ano 2019

    Álbuns Internacionais

    07

    Fontaines D.C.

    Dogrel

    Auspicioso álbum de estreia da banda irlandesa, com poesia nervosa, autenticidade e energia crua pós-punk.

    Tem todo o efeito surpresa das coisas novas e vibrantes.

  • Melhores do Ano 2019

    Álbuns Internacionais

    06

    Weyes Blood

    Titanic Rising

    Natalie Mering inspira-se na música do passado, sobretudo nos anos 60 e 70, para dar um salto criativo e assinar um dos discos mais enfeitiçantes de 2019.

  • Melhores do Ano 2019

    Álbuns Internacionais

    05

    Billie Eilish

    When We All Fall Asleep, Where Do We Go?

    Tem 18 anos e aterrou como um ovni no mundo pop. O álbum de estreia de Billie Eilish é feito com tons góticos e baixos pesados, canções sombrias de angústia juvenil hiperconsciente.

  • Melhores do Ano 2019

    Álbuns Internacionais

    04

    The Comet is Coming

    Trust in the Lifeforce of the Deep Mystery

    Segundo álbum do trio londrino, que combina jazz sério e complexo, com electrónica de clube e de rua.

    Um disco pujante que espelha bem a vitalidade e versatilidade do jazz atual.

  • Melhores do Ano 2019

    Álbuns Internacionais

    03

    Michael Kiwanuka

    Kiwanuka

    Terceiro álbum, deste londrino com origens no Uganda, de inspiração retro mas perfil intemporal, com referências clássicas como soul, r’n’b, gospel ou pop orquestral.

  • Melhores do Ano 2019

    Álbuns Internacionais

    02

    Nick Cave

    Ghosteen

    Um disco irremediavelmente triste, dedicado aos filhos e aos pais.

    Entre o pós punk, as evocações de Elvis e a reinvenção enquanto crooner, Nick Cave surpreende, com um dos seus discos mais poderosos.

  • Melhores do Ano 2019

    Álbuns Internacionais

    01

    Vampire Weekend

    Father Of The Bride

    Um festim de pop inteligente, intrincada na estrutura e efeito imediato no ouvinte.

    Os Vampire Weekend abrem o livro de estilos com canções que parecem fáceis mas têm camadas de som e significado.